Sociedade

Agredia e coagia sexualmente companheira de 28 anos

Homem tem antecedentes criminais pela prática de crimes de violação, furto, tráfico de droga e de violência doméstica.

Um homem, de 33 anos, foi detido pela Guarda Nacional Republicana (GNR), em Gondomar, por violência doméstica.

Em comunicado, a força de segurança explica que “no âmbito de uma investigação relacionada com violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito ameaçou a vítima, uma mulher de 28 anos, chegando mesmo a agredir e a coagir sexualmente a sua companheira, de forma reiterada, durante o relacionamento de dois anos”.

O suspeito já tinha cumprido pena de prisão, referente a outro processo crime da mesma natureza, contra a mesma vítima, acabando esta por desistir da queixa e o homem libertado.

Segundo a GNR, a vítima via-se constrangida na sua liberdade sexual. O suspeito encontrava-se ainda obrigado à medida de coação de pulseira eletrónica, referente a um outro processo de violência doméstica contra uma outra vítima. Contudo, não estava a cumprir a referida medida, o que culminou na sua detenção através do cumprimento de um mandado.

O detido, com antecedentes criminais pela prática de crimes de violação, furto, tráfico de droga e de violência doméstica, foi presente a primeiro interrogatório judicial, esta quinta-feira, no Tribunal de Judicial do Porto, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de prisão preventiva.