Economia

CTT. Greve arranca à meia-noite nas centrais

Funcionários estão contra o pagamento do subsídio de almoço no cartão de refeição.

A greve dos trabalhadores dos CTT contra o pagamento do subsídio de almoço no cartão de refeição arranca à meia-noite desta sexta-feira nas centrais de correios.

O anúncio foi feito por Victor Narciso, secretário-geral do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT) à Lusa. Por ser feriado, “a greve começa à meia-noite nas centrais de correios” com início em Cabo Ruivo, explicou.

Recorde-se que esta é a segunda greve dos CTT devido aos cartões de refeição, depois de a última ter acontecido a 29 de maio. Mas não é o único motivo da paralisação que pretende ainda lutar por “melhores condições de trabalho, “desorganização da empresa e “congelamento salarial”.

Face à boa adesão da primeira greve, Vitor Narciso mostra-se confiante na adesão à paralisação desta sexta-feira.