Politica

Ministro do ambiente defende uso de máscaras reutilizáveis: "Se utilizarem máscaras descartáveis pelo menos que as ponham no lixo comum"

O governante disse que o problema ambiental “mais agudo” é “sem dúvida o absurdo da utilização do descartável”.

O ministro do Ambiente e Ação Climática considerou que não se devem utilizar máscaras descartáveis e que as máscara reutilizáveis fazem mais sentido, tanto do ponto de vista ambiental, como económico.

“Fundamental é as pessoas não utilizarem máscaras descartáveis. E já agora se as utilizarem pelo menos que as ponham no lixo comum e não as entendam como um material reciclável, porque o crescimento do descartável, seja em plástico ou não, não faz qualquer sentido”, disse João Pedro Matos Fernandes, em entrevista ao Porto Canal.

O governante disse que o problema ambiental “mais agudo” é “sem dúvida o absurdo da utilização do descartável”, que “não faz qualquer sentido” e exemplificou com a utilização de toalhas descartáveis por parte de barbeiros e cabeleireiros e com a utilização de copos de café descartáveis em restaurantes.

Na mesma entrevista, o ministro lembrou que as metas sobre os plásticos são para cumprir e que o uso de um material indestrutível, como é o caso do plástico, é uma "contradição".