Economia

Macau anuncia plano turístico subsidiado para impulsionar economia

O plano de turismo doméstico “Vamos Macau” contempla 15 roteiros, seis comunitários e nove de lazer, com os residentes a receberem 560 patacas (62 euros). 

As autoridades de Macau anunciaram hoje o arranque na próxima semana de um plano turístico subsidiado destinado a todos os residentes para impulsionar a economia, afetada pela covid-19.

O plano de turismo doméstico “Vamos Macau” contempla 15 roteiros, seis comunitários e nove de lazer, com os residentes a receberem 560 patacas (62 euros) caso participem em duas excursões, o limite máximo definido pelas autoridades, foi hoje anunciado na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia.

O Governo alocou 280 milhões de patacas (31 milhões de euros), através da Fundação Macau, para subsidiar os residentes que participem nos roteiros, que incluem excursões por zonas antigas da cidade, turismo de natureza, espetáculos e gastronomia, sendo ainda distribuído pelos residentes um vale de refeição no valor de 100 patacas (11 euros).