Sociedade

Sandro Bernardo, pai de Valentina, perde tutela das duas filhas

Sandro Bernardo encontra-se em prisão preventiva após ter sido acusado de homicídio qualificado, violência doméstica e profanação de cadáver de Valentina. 

O Tribunal das Caldas da Rainha decidiu impedir Sandro Bernardo, pai de Valentina, a menina de nove anos encontrada morta no início de maio num pinhal na Serra D'el Rei, no concelho de Peniche, no mês passado, de exercer o poder parental em relação às duas filhas menores. A notícia foi avançada pela SIC Notícias esta terça-feira, dia 16 de junho.

Sandro Bernardo encontra-se em prisão preventiva após ter sido acusado de homicídio qualificado, violência doméstica e profanação de cadáver de Valentina.

Márcia, a madrasta de Valentina e mãe das duas filhas que foram agora retiradas a Sandro, também está presa preventivamente, por suspeita de ser cúmplice nos crimes.

Já em maio, a revista Sábado tinha escrito sobre a intenção do Ministério Público das Caldas da Rainha de afastar as filhas de Sandro e Márcia.

Valentina foi dada como desaparecida na manhã do dia 7 de maio , a denúncia foi feita pelo próprio pai no posto da GNR de Peniche.

Os resultados preliminares da autópsia apontaram para que Valentina tenha tido uma morte violenta. Embora haja indícios de asfixia, a criança terá sofrido agressões em vários locais, o que lhe causou diversas lesões, incluindo na cabeça, segundo fonte policial.