Economia

ABANCA termina negociações com EuroBic sem acordo para a aquisição do Banco

O acordo tinha sido comunicado a 10 de fevereiro e estava sujeito a determinadas condições. "O ABANCA comunicou esta decisão ao EuroBic e ao Banco de Portugal.

O ABANCA comunica que, apesar de ter dedicado esforços e recursos significativos à aquisição de 95% do banco português EuroBic, foi forçado a desistir da operação, uma vez que as condições acordadas para o referido objetivo não foram cumpridas, revelou, em comunicado.

O acordo tinha sido comunicado a 10 de fevereiro e estava sujeito a determinadas condições. "O ABANCA comunicou esta decisão ao EuroBic e ao Banco de Portugal. Mantém-se o interesse no mercado português O ABANCA continuará a analisar potenciais operações de aquisição que fomentem sinergias ao seu projeto em Portugal", revelou, em comunicado.

Em Portugal, a instituição financeira diz que que tem um projeto sólido e em crescimento, com presença nas principais cidades e centros económicos, o que lhe permite posicionar-se como instituição financeira líder em advisory banking.

"O ABANCA é um dos principais bancos ibéricos e a principal instituição financeira do noroeste da Península Ibérica. Conta com mais de 700 escritórios espalhados por 11 países da Europa e América e com uma equipa de mais de 6.000 profissionais"

 O ABANCA gere um volume de negócios de 85.537 milhões de euros, 37.166 milhões de euros em empréstimos e 47.621 milhões de euros em recursos de clientes. O incumprimento e a taxa de cobertura situam-se nos 2,7% e 61,6%, respetivamente. O banco encerrou o primeiro trimestre de 2020 com uma rentabilidade (ROE) de 10,9%.