Politica

Iniciativa Liberal alcança mil membros

Pedro Silva Martins, que integrou o Governo de Passos Coelho, é um dos novos militantes.

A Iniciativa liberal atingiu os 1000 membros e conta atualmente com 29 núcleos territoriais. Num balanço sobre os seis meses de liderança de João Cotrim de Figueiredo, os liberais garantem que estão a crescer “sustentadamente em número de membros, em novos núcleos e na adesão de muitos que diariamente se oferecem para ajudar das mais variadas formas”.

Cotrim de Figueiredo, líder do partido e deputado, diz ao i que o partido tem conseguido atrair pessoas com qualidade que procuram uma alternativa à atual governação. “Cada vez mais portugueses veem na Iniciativa Liberal um partido credível. E veem, sobretudo, na Iniciativa Liberal uma alternativa de confiança ao estatismo vigente em Portugal que tem impedido que o país saia do longo ciclo de estagnação crónica em que está”, afirma.

A Iniciativa Liberal nasceu em Dezembro de 2017 e conseguiu eleger um deputado nas últimas eleições legislativas. Após as eleições, Carlos Guimarães Pinto deixou a liderança do partido e foi substituído por Cotrim de Figueiredo. O novo líder diz ainda que os novos membros do partido “partilham a vontade de intervir civicamente e a motivação para construir um Portugal mais liberal”.

 

Novos membros da IL

Pedro Silva Martins, secretário de Estado do Emprego no Governo liderado por Passos Coelho e professor na Queen Mary University of London, é um dos novos membros do partido. O ex-presidente executivo da Ericsson em Portugal, Pedro Queirós, a investigadora Carina Crucho e o empresário Mário Sousa também aderiram recentemente ao partido liberal. “Conseguir atrair pessoas com a qualidade da Carina Crucho, uma jovem investigadora, do Pedro Queirós, com experiência em funções de gestão em grandes empresas tecnológicas, do Mário Sousa, que fundou uma das empresas mais inovadoras e referência a nível global, ou do Pedro Martins, um dos nossos melhores economistas e com experiência governativa, é a confirmação de que cada vez mais portugueses veem na Iniciativa Liberal um partido credível”, afirma Cotrim de Figueiredo.

O novo partido tem atualmente 29 núcleos territoriais. No último Conselho Nacional, há cerca de um mês, aprovou 19 novos núcleos territoriais. “Almada, Amadora, Coimbra, Évora, Faro, Felgueiras, Gondomar, Guimarães, Loures, Mafra, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Santa Maria da Feira, Santarém, Seixal, Sintra, Vila Nova de Gaia e Vila Nova de Famalicão” são os novos núcleos da IL.