Economia

Leixões estreou ligação com porto belga de Zeebrugge

A nova ligação vai permitir o acesso a novas rotas com origem e destino em Leixões via Zeebrugge, nomeadamente, Gotemburgo (Suécia), Esbjerg (Dinamarca) e Cork (Irlanda). 

O porto de Leixões começou a assegurar, desde o fim-de-semana, uma nova ligação ao porto de Zeebrugge, na Bélgica, com escalas duas vezes por semana.

O novo serviço – da responsabilidade do grupo CLdN e operado pela Yilport Leixões –, vai traduzir-se num aumento da capacidade da oferta ro-ro (navios em que a carga é rodada ou é carregada/descarregada a bordo em veículos ou plataformas equipadas com rodas), uma vez que vai possibilitar o transporte com recurso ao novo navio Laureline, construído em 2019 e com capacidade de carga para cinco mil metros lineares.
 
A nova ligação vai permitir o acesso a novas rotas com origem e destino em Leixões via Zeebrugge, nomeadamente, Gotemburgo (Suécia), Esbjerg (Dinamarca) e Cork (Irlanda). Já as ligações atuais da CLdN via Roterdão (Países Baixos) para Purfleet e Killingholme (Reino Unido) e Dublin (Irlanda) serão mantidas.
 
“O porto de Zeebrugee é a principal referência na Europa em tráfego ro-ro. Esta nova ligação é importante para a economia portuguesa no acesso aos mercados internacionais e reafirma a relevância do oorto de Leixões para a economia regional e nacional.”, refere a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo. 
 
Recorde-se que o porto de Leixões é o primeiro porto nacional em volume de carga ro-ro e contabilizou, no primeiro trimestre do ano mais de 1,4 milhões de toneladas de mercadorias exportadas.