Internacional

Bruxelas aprova 40 milhões de euros para a Madeira

Segundo um comunicado emitido pela Comissão Europeia, as subvenções não irão exceder os 100 mil euros por empresa ativa no setor agrícola primário, 120 mil euros por empresa ativa nos setores da pesca ou da aquicultura, e 800 mil euros por empresa ativa em todos os outros setores.

A Comissão Europeia aprovou, esta segunda-feira, um apoio no valor de 40 milhões de euros, destinado às empresas na Região Autónoma da Madeira afetadas pela pandemia de covid-19.

Segundo um comunicado emitido por Bruxelas, este apoio era “necessário, apropriado e proporcionado” e estará a todas as empresas ativas na região, sendo prestado na forma de subvenções diretas e de empréstimos com garantias estatais.

Na nota, a Comissão sublinha ainda que “o regime tem por objetivo proporcionar liquidez às empresas afetadas pelo surto de coronavírus, permitindo-lhes assim prosseguir as suas atividades, iniciar investimentos e manter postos de emprego”.

As subvenções não irão exceder os 100 mil euros por empresa ativa no setor agrícola primário, 120 mil euros por empresa ativa nos setores da pesca ou da aquicultura, e 800 mil euros por empresa ativa em todos os outros setores.