Vida

"A cama era sustentada por tijolos (...) fui mordida por um rato na cara". Kátia Aveiro recorda infância

No Instagram lembra uma infância marcada por dificuldades financeiras da família, mas que lhe ensinou a importância da união e da partilha de todas as conquistas.

A irmã de Cristiano Ronaldo Kátia Aveiro voltou a falar da sua infância e da casa onde cresceu, num “bairro pobre” na Madeira.

"Nasci numa casa velhinha, a minha cama era sustentada por tijolos, era ainda um bebé de meses quando fui mordida por um rato na cara (não tenho vergonha nenhuma de dizer isto), graças a Deus, a minha mãe chegou a tempo, se não era mais feia do que sou hoje", contou na sua página de Instagram. 

"Cresci num bairro pobre, desde cedo aprendi a valorizar o pouco que tinha. A vida sempre respondeu ao longo do tempo com alternativas seja por mim seja por quem me rodeava, e a gente se ajudava uns aos outros, aí nasceu a união porque dividíamos com os nossos toda e qualquer conquista", sublinhou.

"Desde pequena que a minha mãe me ensinou a partilhar entre nós o que tínhamos. A capacidade de ajudar alguém não tem a ver com as suas posses, todos devem e podem ajudar alguém, independentemente da tua condição social. A ajuda é vasta, eu já fui ajudada por pessoas sem que elas mesmo soubessem... E tu ajudas alguém?", acrescentou. 

A terminar, Kátia Aveiro deixou uma mensagens aos habituais haters: "Escusado será dizer que mensagens ofensivas e fora do contexto eu bloqueio o autor".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eu nasci numa casa velhinha a minha cama era sustentada por tijolos,fui mordida na minha cara era ainda uma bebé de meses por um rato,(não tenho vergonha nenhuma de dizer isto ) graças a Deus a minha mãe chegou a tempo, senão era mais feia do que sou hoje😂😂cresci num bairro pobre,desde cedo aprendi a valorizar o pouco que tinha,a vida sempre respondeu ao longo do tempo com alternativas seja por mim seja por quem me rodeava, e a gente se ajudava uns aos outros,aí nasceu a união,porque dividíamos com os nossos toda e qualquer conquista,desde pequena que a minha mãe me ensinou a partilhar entre nós o que tínhamos,a capacidade de ajudar alguém não tem a ver com as suas posses, todos devem e podem ajudar alguém, independentemente da tua condição social,a ajuda é vasta,eu já fui ajudada por pessoas sem que elas mesmo soubessem... E tu ajudas alguém ???? _________________________________ ————— (Hoje escutei esta frase e faz todos o sentido ...se queres ajudar alguém não lhe dês peixe mas ensina-o a pescar)—————————————————————————————————————————————————————-Ps escusado será dizer que mensagens ofensivas e fora do contexto eu bloqueio o autor ... ————————————————————- #vidareal #influenciar #fazobem #respeito #minhahistória #Deus

A post shared by Katia Aveiro (@katiaaveirooficial) on