Vida

Rita Ribeiro fala sobre a reforma da mãe: "Ela tinha 400 euros de reforma com 82 anos de teatro"

"Lembrem-se de nós", apelou a artista.

Rita Ribeiro falou, esta quarta-feira, no programa Você na TV, sobre a morte da mãe, que morreu, no passado dia 10 de junho, aos 92 anos e abordou ainda a falta de apoios financeiros no meio artístico. 

A atriz de 65 anos diz que "não foi nada fácil" perder Maria José de Basto e admitiu que a mãe, que fez teatro durante 82 anos, não sentiu que teve reconhecimento suficiente. "A minha mãe não sentia muita justiça para com ela, acho que ela não foi reconhecida dentro de todo o talento que tinha. Acho que ela ficou um bocado aquém daquilo que poderia ter sido", disse Rita Ribeiro, admitindo que "a pandemia na classe artística existe há muitos anos".

"Ela tinha 400 euros de reforma com 82 anos de teatro. Acho que não vale a pena dizer mais nada", completou Rita Ribeiro. "Lembrem-se de nós", apelou a artista.

Maria José de Basto participou em várias produções televisivas como Um Amor Feliz, Giras e Pirosas, Roseira Brava ou Na Paz dos Anjos, na RTP, a comédia infantil Chiquititas, na SIC, ou mais recentemente as telenovelas Meu Amor e Doida por Ti, na TVI.

Mas foi no teatro que começou, e continuou, pois foram os palcos que mais marcaram a sua carreira. Estreou-se oficialmente em 1933, quando ainda era criança na revista Pernas ao Léu. Em 2015, atuou no Teatro Nacional D. Maria II em 74 Eunices, uma homenagem a Eunice Muñoz.