Economia

“Liga-te de novo. Liga-te à vida”. É o novo posicionamento do MEO

Altice fala em humanização da tecnologia e lembra que foi o elo de ligação à família, amigos e empresas. 

“Liga-te de novo. Liga-te à vida”. É o novo posicionamento do MEO. A Altice Portugal justifica esta alteração: “Depois dos tempos transformadores, únicos e de mudança pelos quais todos passámos, o MEO quer mobilizar os portugueses para o que nos é mais característico enquanto humanos, o emocional e o sensorial”, refere em comunicado.

A operadora lembra ainda que foi a tecnologia que permitiu que famílias e amigos permanecessem ligados, que empresas e organizações mantivessem a sua atividade. “Se em tempos anómalos, foi a Altice Portugal que garantiu que nada falhasse, que as comunicações se mantivessem a funcionar em pleno, seja na vertente profissional ou de lazer, chegou a hora de nos ligarmos de novo, de nos ligarmos à vida”.

E as mudanças não ficam por aqui. A empresa liderada por Alexandre Fonseca diz ainda que se assistiu a uma humanização da tecnologia. “Se anteriormente era vista como um elemento frio, vazio, ou até como um obstáculo ao relacionamento entre as pessoas, na verdade, hoje, passámos a encará-la de uma forma mais humana e como um elo fundamental de ligação entre todos”, acrescentando que “a humanização da tecnologia é, mais do que nunca, percecionada como a materialização de um dos principais pilares estratégicos da Altice Portugal: o pilar da proximidade”.

Foi a pensar nessa nova estratégia e do posicionamento que a operadora pretende dar o mote para um momento que a empresa pretende que seja de recuperação do país e de reinvenção face aos novos desafios que são colocados: “de recuperação da ligação à família, aos amigos, ao trabalho, à música, ao desporto, aos sentidos, mas acima de tudo de redescoberta de tantas e outras sensações que dão o verdadeiro significado à palavra viver”, refere. E face a esse cenário, os sentidos surgem “como um elemento gerador de sensações e sentimentos, essenciais para a criação e aprofundamento de ligações e relações, que nos levam, efetivamente, a ligar-nos à vida e ao que é essencial”, acrescentando que, é por isso que, “o MEO, neste novo posicionamento e campanha, desenvolve e materializa uma nova dimensão multissensorial enquanto premissa de uma maior envolvência e humanização da marca, através de uma fragrância única, de uma nova identidade sonora e de novos sabores”, tornando-se numa das primeiras marcas portuguesas a trabalhar a sua identidade multissensorial e a primeira a desenvolver uma identidade sonora binaural em 8D (efeito 360 e esférico).