Sociedade

Efemérides de 26 de Junho

363 O imperador romano Juliano foi morto há 1657 anos, durante uma retirada com o seu exército do Império Sassânida, sucedendo-lhe o general Joviano.

1662 Um Golpe na Corte portuguesa pôs há 358 anos pôs termo à regência de D. Luísa de Gusmão, viúva de D. João IV, dando o trono ao filho mais velho, Afonso VI (1643-83), que apesar de ter conseguido governar bem (levando Espanha a aceitar a restauração da independência nacional), era tido como débil mental, e foi preso em Sintra e substituído pelo irmão mais novo, depois o Rei D. Pedro II.

1871 O Governo do marquês de Ávila e Bolama (1806-81) proibiu e suspendeu as Conferências Democráticas do Casino Lisbonense, de Antero de Quental e Eça, há 149 anos, acusando-as de ideias perigosas e de atacarem a religião e as instituições.

1925 Estreou há 95 anos nos EUA um dos filmes mais marcantes de Charlie Chaplin (1889-1997), e segundo alguns o seu preferido, a Quimera do Ouro.

1935 Adolf Hitler (1889-45), chanceler alemão eleito em 33, obrigou há 85 anos ao aborto e à esterilização as mulheres que se achasse poderem transmitir o que os nazis consideravam "males hereditários".

1948 Começou há 72 anos a ponte aérea de Berlim Ocidental, em resposta ao bloqueio da cidade pelas forças da então URSS (ver texto de ontem).

1963 No âmbito Guerra Fria que então se vivia, John F. Kennedy (1917-63), presidente dos EUA assassinado em Novembro, em Dallas), visitou a cidade há 57 anos e proclamou, junto ao Muro de Berlim, a célebre frase «Ich bin Berliner».

1984 A Cimeira de Fontainebleau da CEE aprovou há 36 anos (estava cá em funções o Governo do Bloco Central, Soares-Mota Pinto, entre 1983-85) a adesão de Portugal a 1 de Janeiro de 1986.

2000 O Vaticano publicou há 20 anos, por iniciativa de João Paulo II (1920-2005, eleito em 1978 para um dos mais longos papados), o ‘terceiro segredo de Fátima’, que o Papa relacionou com um atentado contra ele próprio.

2018 Lisboa subiu há 2 anos 44 posições e entrou no top 100 (93ª numa lista encabeçada por Hong Kong) das cidades mais caras do Mundo para viver.

2019 A Nigéria libertou há 1 ano uma centena de mulheres e crianças sequestradas pelo Boko Haram.