Politica

"Totalmente falsa". Governo português reage à capa do El País

MNE apela ao jornal para que faça a “correção devida com a urgência e a publicidade que essa falsidade exige".

O Governo português já reagiu à capa do El País, desta sexta-feira, onde pode ler-se "Portugal ordenou um novo confinamento da população da Grande Lisboa, 3,1 milhões de pessoas".

O Ministério dos Negócios Estrangeiros divulgou uma nota onde desmente a informação, classificando-a de "totalmente falsa".

O Executivo refere que "lamenta profundamente que um jornal com o prestígio e a responsabilidade do El Pais publique uma tal falsidade".

Na mesma nota, o ministério tutelado por Augusto Santos Silva faz ainda questão de esclarecer: "Pelo contrário, a grande parte da Área Metropolitana de Lisboa (com a exceção de 19 freguesias, das 118 freguesias da AML) passou a uma nova fase de desconfinamento (passou do “estado de calamidade” para o “estado de alerta”)".

A terminar, o Governo apela à publicação espanhola para que retifique a informação e faça “a correção devida com a urgência e a publicidade que essa falsidade exige".