Sociedade

Tancos. Azeredo Lopes reage a ida a julgamento e diz que era "mais do que previsível"

O ex-governante diz que ainda não foi notificado.

Azeredo Lopes reagiu à decisão do juiz Carlos Alexandre de levar todos os arguidos do caso Tancos a julgamento e diz que apesar de ainda não ter sido notificado, caso a decisão seja verdade, "é mais do que previsível, considerando o histórico das partes processuais", disse o ex-ministro da Defesa numa nota enviada ao SOL. 

"Iremos a julgamento demonstrar novamente a minha inocência, como já fizemos na fase de instrução", sublinhou ainda na nota. Recorde-se que o MP acusou Azeredo Lopes de, com outros arguidos, ter praticado um crime de denegação de Justiça e prevaricação e outro de favorecimento pessoal praticado por funcionário.  Além disso concluiu o MP, terá ainda praticado sozinho um crime de abuso de poder e um de denegação de justiça.