Desporto

Luís Filipe Vieira: "O único culpado sou eu"

Presidente do Benfica assume as responsabilidades na crise de resultados do clube

Luís Filipe Vieira assumiu na noite desta segunda-feira as responsabilidades na crise de resultados que o Benfica atravessa. 

"Tudo fizemos e tudo demos para sermos felizes este ano. Não o fomos, mas devo dizer que o único culpado sou eu, que sou o presidente", disse.

"Mas só foi possível chegar aqui porque tivemos estabilidade. Para conquistarmos um bicampeonato estivemos 31 anos, um tri estivemos 39 anos e um tetra nunca tínhamos conquistado. Isso só se faz com muito amor, muita paixão, muito profissionalismo e determinação, dando o nosso melhor em prol do Benfica. Quem em 2000 acabou com o Benfica não foi nenhuma pandemia, foram os benfiquistas. Se alguém está a festejar esta derrota, se alguém pensa que alguém se verga após uma derrota, fiquem a saber que nunca verguei. Quando chegar a Lisboa terei de tomar uma decisão, até lá ainda muita coisa se vai passar, pois tenho de falar com a minha família, mas espero também não vergar. Acreditem que é com profundo sentimento de benfiquista que peço para não voltarmos ao passado. O que fizemos nos últimos 20 anos é muito difícil de fazer, tanto em termos de estruturas, como em termos desportivos e em termos financeiros", acrescentou.

Esta noite, Bruno Lage colocou o lugar à disposição após a derrota por 2-0, no Funchal, ante o Marítimo, na jornada 29 da Liga portuguesa. 

O Benfica soma apenas duas vitórias nos últimos 13 jogos para todas as provas - no campeonato, o clube da Luz é 2.º classificado, mas esta noite pode ficar a 6 pontos do líder, caso o FC Porto vença o Paços de Ferreira. Com cinco jornadas por disputar até ao final da Liga portuguesa, o título parece estar cada vez mais longe dos encarnados.