Economia

Vendas de automóveis em Portugal caíram 54% em junho

Feitas as contas, as vendas cifraram-se em 13 678 veículos durante este período. Nos primeiros seis meses do, as vendas totalizaram 78 001 unidades, uma quebra acentuada de 48,2%, em comparação com igual período de 2019.

As vendas de automóveis em Portugal caíram de 54% em junho face a igual mês de 2019, segundo os dados divulgados esta quarta-feira pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Feitas as contas, as vendas cifraram-se em 13 678 veículos durante este período. Nos primeiros seis meses do, as vendas totalizaram 78 001 unidades, uma quebra acentuada de 48,2%, em comparação com igual período de 2019.

Este é o quarto mês consecutivo em que as vendas apresentam uma descida superior a 50% em termos homólogos, uma situação que se explica pelo impacto provocado pela pandemia de covid-19. Ainda assim, os números de junho refletem uma recuperação do mercado, depois da quebra de 71,6% registada em maio – o primeiro mês em que os concessionários reabriram após o seu encerramento na sequência do período de confinamento, a partir de meados de março.