Sociedade

Educação. Caos na devolução de manuais escolares

Proposta da suspensão dos manuais escolares, apesar de já ter sido aprovada em Parlamento, depende ainda da votação final global do Orçamento Suplementar.

A devolução dos manuais escolares continua a suscitar discussão. Depois de ter sido aprovada, na terça-feira, em Parlamento, a proposta do CDS-PP que suspendia a devolução, os encarregados de educação receberam no mesmo dia, poucas horas depois, um email dos respetivos agrupamentos escolares a sublinhar que, de acordo com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), a devolução mantinha-se, criando o caos entre pais e professores.

Votação final da proposta
De acordo com os serviços do Ministério da Educação, a proposta da suspensão dos manuais escolares, apesar de já ter sido aprovada em Parlamento, depende ainda da votação final global do Orçamento Suplementar, que decorre esta sexta-feira.

Escolas divididas
Com a aprovação da suspensão no Parlamento, as escolas dividiram-se. O i sabe que algumas optaram por suspender, por alguns dias, a entrega dos manuais, enquanto outras mantiveram as datas que já haviam agendado com os encarregados de educação.