Cultura

Músicos britânicos pedem apoio do Governo para o setor

Rolling Stones, Coldplay, Ed Sheeran e Paul McCartney escreveram carta ao ministro da Cultura.

Cerca de 1500 músicos britânicos, entre os quais os Coldplay, Dualipa, Rolling Stones ou Paul McCartney, endereçaram uma carta aberta ao ministro britânico da Cultura, Oliver Dowden, pedindo o apoio urgente do Governo britânico para o setor. Na missiva, os artistas sublinham que os músicos, técnicos e promotores de espetáculos estão a atravessar o deserto e afirmam que os efeitos da paralisação causada pela pandemia de covid-19 vão continuar a sentir-se no próximo ano.

Os artistas afirmam que, até à data, já foram suprimidos milhares de postos de trabalho na área. “Sem fim à vista para o distanciamento social e sem um apoio financeiro do Governo, o futuro de concertos e festivais e das centenas de milhares de pessoas que neles trabalham parece desolador”, notam.

Para combater os efeitos da pandemia, os artistas pedem ao ministro a elaboração de um relatório sobre o apoio financeiro a ser concedido e a eliminação do IVA dos bilhetes, para lá de um “calendário claro” sobre o regresso aos espetáculos.

Em junho, o setor britânico das artes tinha definido os tempos que correm como uma “catástrofe cultural” no Reino Unido, estimando que estavam em risco mais de 400 mil postos de trabalho.