Sociedade

Seis mortes em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Alentejo e uma no Norte. Todas as vítimas tinham mais de 70 anos

Já morreram 1.629 pessoas infetadas com o novo coronavírus desde o início do surto no país.

Segundo o boletim da situação epidemiológica em Portugal, revelado esta terça-feira pela DGS, já morreram 1.629 pessoas infetadas com o novo coronavírus, desde o início do surto no país, mais nove óbitos face ao boletim de ontem.

Nas últimas 24 horas foram ainda confirmados mais 287 novos casos, elevando o total de diagnósticos positivos para 44.416, o que corresponde a um aumento de 0,7%. Dos novos casos de infeção, 207 (72%) foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Sublinhe-se que o boletim da DGS volta a incluir uma nota em relação aos dados relativos à Grande Lisboa, na sequência da falta de notificação de um laboratório privado."Os dados referentes à Autoridade de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo têm como fonte os dados agregados dos respetivos ACES. Optou-se por esta fonte porque a não notificação laboratorial no SINAVE LAB por um parceiro privado em 3 dias da semana em curso originou cerca de 200 notificações cuja distribuição ainda carece de análise", explica a autoridade de saúde.

O número de recuperados voltou a subir e situa-se agora nos 29.445, depois de mais 279 pessoas terem sido consideradas recuperadas nas últimas 24 horas.

Há 511 doentes internados, menos dois do que ontem, dos quais 76 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, mais dois face ao último balanço.

A aguardar resultados laboratoriais estão 1.308 pessoas e as autoridades de saúde têm em vigilância 33.134 contactos.

O boletim de hoje volta a não incluir informação atualizada sobre a distribuição geográfica por concelho dos casos de covid-19. Uma nota indica que “a DGS está a realizar a verificação de todos os dados com as autoridades locais e regionais de saúde”. Trabalho que será “concluído durante os próximos dias”. De realçar, que esta atualização não é feita desde sábado.

As nove mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram em três regiões do país: seis na região de Lisboa e Vale do Tejo, duas no Alentejo e uma na região Norte. Todas as vítimas mortais tinham mais de 70 anos.

Óbitos:

1 homem e 1 mulher entre os 20 e os 29 anos;
1 homem e 1 mulher entre os 30 e os 39 anos;
10 homens e 10 mulheres entre os 40 e os 49 anos
38 homens e 15 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
102 homens e 46 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
189 homens e 123 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
472 homens e 618 mulheres com mais de 80 anos.
813 óbitos do sexo masculino e 816 do sexo feminino

Consulte aqui o boletim na íntegra.