Sociedade

Temperaturas elevadas levam IPMA a colocar 14 distritos sob risco máximo de incêndio

Temperaturas vão continuar a subir até ao final da semana.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê que as temperaturas continuem a subir até sexta-feira. Durante a semana, as temperaturas deverão variar entre os 30 e os 35 graus Celsius, no litoral, e entre os 35 e os 40 graus Celsius nas regiões do interior.

Segundo o IPMA, as temperaturas elevadas levam a que 14 distritos em Portugal apresentem, esta terça-feira, um risco máximo de incêndio. São estes os distritos de Faro, Santarém, Leiria, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Aveiro, Viseu, Coimbra, Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança. Devido às altas temperaturas, o IPMA colocou quase todos os concelhos em Portugal sob risco de incêndio máximo e muito elevado.

Recorde-se que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou na segunda-feira para o aumento do risco de incêndios rurais, em especial nas regiões do sul e do interior norte e centro, devido ao vento e subida da temperatura previstos para os próximos dias.

Fonte da Proteção Civil citada pela Lusa disse que o distrito de Santarém estará, esta terça-feora, em estado de alerta especial laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido ao perigo de incêndio rural. Em alerta amarelo estarão os distritos de Aveiro, Braga, Bragança Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

De acordo com o IPMA, estas temperaturas estão acima do habitual para esta época do ano, e são justificadas pela existência de um  "anticiclone localizado a nordeste dos Açores, que se estende em crista até ao Golfo da Biscaia, em conjunto com um vale depressionário desde o norte de África até à Península Ibérica", que origina o transporte de uma massa de ar quente vinda no Norte de África.