Sociedade

Ricardo Salgado perde recurso. Tribunal mantém coima de 75 mil euros

Juíza considerou que ficou provado que o ex-presidente do BES, que atuou de forma intencional e consciente

O Tribunal da Concorrência decidiu, esta quinta-feira, manter a coima de 75 mil euros aplicada a Ricardo Salgado pelo Banco de Portugal.

A juíza do tribunal da concorrência de Santarém considerou que ficou provado que o ex-presidente do BES, que atuou de forma intencional e consciente.

Em causa estão a violação de normas do Banco de Portugal e falsas informações no aumento de capital do Espírito Santo Financial Group.

O tribunal julgou assim improcedente o recurso apresentado por Ricardo Salgado.