Economia

Media Capital. Manuel Alves Monteiro é o novo CEO

Manuel Alves Monteiro foi vogal da Mystic Invest, empresa controlada por Mário Ferreira, acionista com cerca de 30% da Media Capital. Esta é a segunda mudança relevante em apenas uma semana no grupo, depois de Sérgio Figueiredo ter deixado o cargo de diretor de informação da TVI.

A Media Capital anunciou hoje que Manuel Alves Monteiro é o novo CEO da dona da TVI, na sequência da renúncia de Luís Cabral ao cargo, apenas um ano depois de ter assumido a presidência executiva.

Em comunicado, o conselho de administração da Media Capital informa “que Luís Cabral, até à data administrador delegado MC, apresentou renúncia ao seu cargo nos órgãos sociais da sociedade”. “Na sequência desta renúncia, o conselho de administração deliberou a designação de Manuel Alves Monteiro, que vem desempenhando funções de administrador não executivo deste conselho, para o cargo de administrador delegado da sociedade”, lê-se na nota.

Em comunicado, o Grupo Media Capital deixa palavras de reconhecimento pelo “contributo e reconhecida competência com que Luís Cabral serviu a sociedade, em diferentes áreas de negócio e em diferentes funções, sempre pautando a sua atuação por elevados níveis de rigor e profissionalismo e aproveita a oportunidade para expressar os votos de sucessos futuros”.

Manuel Alves Monteiro foi vogal da Mystic Invest, empresa controlada por Mário Ferreira, acionista com cerca de 30% da Media Capital. Em comunicado, Manuel Alves Monteiro refere que “este é um cargo de imensa responsabilidade, que assumirei com o propósito de dar continuidade a uma modernização do Grupo Media Capital. Agradeço a confiança em mim depositada pelo conselho de administração e desde já, conto com todos para juntos fazermos este percurso em direção ao futuro”.

A segunda saída numa semana. Esta é a segunda mudança relevante em apenas uma semana no grupo, depois de Sérgio Figueiredo ter deixado o cargo de diretor de informação da TVI. Recorde-se que saída de Sérgio Figueiredo acontece depois do agora ex-diretor de informação se ver envolvido numa polémica com a antiga jornalista da TVI Ana Leal – que abandonou a estação no início do mês de julho –, por alegada interferência no seu trabalho. A TVI e Sérgio Figueiredo vão ainda ter de prestar contas em tribunal por alegada prática do crime de ofensa à reputação económica, na sequência de uma de 2015, sobre problemas no Banif.

Para já, Pedro Pinto, atual subdiretor de informação, assumiu interinamente as funções de diretor de informação até que seja nomeado um sucessor para Sérgio Figueiredo.