Internacional

A incerteza em dia de aniversário

Conselho Europeu debate plano de recuperação

O Conselho Europeu arrancou ontem em clima de incerteza quanto a resultados sobre o plano de recuperação económica para combater os efeitos da pandemia da covid-19. António Costa pediu um «acordo rápido» à União Europeia. «Nós temos uma excelente proposta da Comissão. O presidente do Conselho fez um grande trabalho para acomodar as diferentes críticas dos diferentes Estados-membros. Agora, cabe ao Conselho não adiar, não perder tempo, e tomar as decisões que rapidamente são necessárias para responder àquilo que é a urgência para a economia, para o emprego, para a recuperação económica da Europa», afirmou Costa antes do arranque da reunião, numa declaração partilhada na conta oficial do Twitter do Chefe de Governo. 

O primeiro-ministro, que completou ontem 59 anos (a chanceler Angela Merkel fez 66 anos), levou máscaras de proteção individual de fabrico português aos seus pares. São máscaras 100 por cento reutilizáveis. A reunião arrancou com várias intervenções, mas, segundo fonte diplomática citada pelo site politico.eu, as conversas avançaram de forma lenta como «um glaciar». O encontro ficou suspenso pelas 16h45horas (sendo retomado pelas 20h00). Nesse período sucederam-se os contactos bilaterais para avaliar pontos de convergência. E havia quem admitisse que a reunião poderia estender-se para lá do dia de hoje. Em jogo estão 750 mil milhões de euros propostos pela Comissão Europeia e 1,078 biliões para o Orçamento Comunitário até 2027.