Sociedade

"Dezenas de animais" carbonizados em dois abrigos em Santo Tirso, denuncia PAN

Partido usou as redes sociais durante a madrugada deste domingo para alertar para a situação.

"Dezenas de animais" carbonizados em dois abrigos em Santo Tirso, denuncia PAN

Um incêndio que reativou em Valongo fez com que dezenas de animais morressem em dois abrigos em Santo Tirso. A denúncia foi feita pelo PAN, que usou as redes sociais durante a madrugada deste domingo para alertar para a situação.

"Dezenas de animais já morreram carbonizados. O PAN tem estado a acompanhar toda a situação no local, nomeadamente a tentativa de retirada dos animais ainda com vida dos abrigos, ação que não está a ser facilitada pelas autoridades, alegando tratar-se de propriedade privada”, pode ler-se na publicação feita, na qual é sublinhado também que muitas pessoas e organizações já se disponibilizaram para ajudar.

"Dezenas de cidadãos, ONG e associações de proteção animal prontificaram-se de imediato a prestar todo o auxílio necessário, sendo no entanto barradas tanto pela Câmara Municipal e respetivo Veterinário Municipal, como pelas proprietárias dos abrigos", esclareceu o PAN.

Apesar de terem denunciado a situação, o PAN avançou que ainda não foi possível perceber qual o número de animais que morreram carbonizados.

"Ainda não sabemos o número animais ao certo que foram afetados. Mas pudemos comprovar a presença de animais carbonizados, feridos e em desespero nestes abrigos. Situações como a presente evidenciam as fragilidades que a legislação ainda tem, bem como a necessidade de mais formação e articulação entre entidades", disse o partido, que vai continuar a acompanhar a situação.

"Não desistiremos de apurar responsabilidades e de garantir que sejam prestados os devidos cuidados aos animais ainda sobreviventes. Foi já solicitada, com carácter de urgência, a emissão de mandado judicial que permita o acesso aos abrigos e a apreensão cautelar dos animais", concluiu. 

Os comentários estão desactivados.