Internacional

Detido suspeito de atear incêndio na Catedral de Nantes em França

Autoridades policiais investigam fogo posto.

As autoridades policiais detiveram este domingo um homem suspeito de ter ateado fogo à Catedral de Nantes, em França, que destruiu o órgão principal durante a manhã deste sábado.

De acordo com a agência EFE, o homem que foi detido pela polícia estava responsável de fechar a catedral na sexta-feira à noite, sendo voluntário na diocese. As autoridades querem agora perceber como é que o suspeito fechou a catedral, estando já a decorrer investigações.

"Ainda não é possível tirar conclusões, porque são precisas muitas investigações que poderão trazer novos elementos”, sublinhou Pierre Sennès, procurador da República de Nantes, em França, que já havia referido que tinha sido aberta uma investigação por incêndio voluntário.

Houve três focos de incêndio na catedral, dois na nave e um na zona do órgão principal. De acordo com o responsável dos bombeiros, Laurent Ferlay, a plataforma onde estava o órgão da catedral estava prestes a ruir.

Em 1972, já havia acontecido um incêndio na catedral, com os trabalhos de recuperação a demorarem cerca de 13 anos.