Sociedade

Ex-secretário de Estado da Energia constituído arguido no caso EDP

Artur Trindade é suspeito de corrupção passiva.

O antigo secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, foi constituído arguido, esta quarta-feira, no âmbito do processo EDP.

Artur Trindade foi ouvido esta manhã pelo juiz Carlos Alexandre e será interrogado formalmente na próxima sexta-feira, às 14h, para aplicação das medidas de coação.

Recorde-se que o ex-governante é suspeito de corrupção passiva por ter alegadamente beneficiado a EDP. À saída do tribunal, Artur Trindade confirmou a constituição como arguido, mas recusou comentar as acusações que recaem sobre si.

O Ministério Público acredita que há suspeitas de o pai do ex-secretário de Estado ter sido contratado pela energética como pagamento de favores prestado por Artur Trindade.