Vinagrete

Os incendiários

E não serão só os bombeiros que me impressionam. Mas sendo eles previsivelmente vítimas desta sanha sempre na época dos calores naturais, fico igualmente perplexo com a maldade humana.

por Pedro d'Anunciação

Será mesmo verdade que andam por aí incendiários a fazerem ignições a torto e a direito, com o fito absoluto de que sejam o pior possível? As acusações não são apenas nacionais. Alguns autarcas não hesitam nas acusações, e pedem ao Governo, ao Exército e à Polícia investigações. Vimos que França, assolada mesmo por uma vaga de incêndios nas catedrais góticas, faz o mesmo – independentemente depois de acertar mesmo ou não nos suspeitos.

Essa coisa de que são pessoas sem escolaridade e sem princípios nenhuns dá-me que pensar. Afinal, o ISIS, conhecido pelas suas grandes acções pouco preocupadas com a Humanidade (antes muito pelo contrário), faz o seu recrutamento essencial também, segundo nos é dado ver, junto de pessoas de nível básico, frequentemente enroladas já na criminalidade.

Vem esta minha perplexidade a propósito dos bombeiros mortos e feridos, em acção. E não serão só os bombeiros que me impressionam. Mas sendo eles previsivelmente vítimas desta sanha sempre na época dos calores naturais, fico igualmente perplexo com a maldade humana. Porque há ainda tudo de irremediável que as pessoas perdem de seu nas casas comidas pelos incêndios. A grande maldade, pelos vistos, não é apenas do ISIS.