Internacional

OMS: "É mais do que óbvio que precisamos repensar a forma de envolver os mais jovens" no combate à covid-19

O diretor regional da organização explicou que o aumento dos novos casos de infeção poderá ser uma “consequência da mudança no comportamento humano”.

O diretor regional da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, esta quarta-feira, que o aumento de casos de infeção de covid-19 não estará relacionado com uma mudança no comportamento do novo coronavírus, podendo ser uma “consequência da mudança no comportamento humano”, nomeadamente, entre os jovens.

"Estamos a receber alertas de várias autoridades sanitárias sobre uma maior proporção de novas infeções entre os mais jovens. Portanto, a meu ver, é mais do que óbvio que precisamos repensar a forma de envolver os mais jovens", disse Hans Kluge, em entrevista à Rádio BBC 4.

O responsável regional da OMS afirmou ainda que, como pai, entende que os jovens “não querem perder o verão”, mas que é preciso haver responsabilidade.

"Eles têm uma responsabilidade para com eles próprios, para com os pais, avós e para com as comunidades, e agora nós sabemos como adotar comportamentos saudáveis, portanto, vamos aproveitar esse conhecimento", disse.