Sociedade

Morreu bombeiro que ficou ferido no incêndio de Castro Verde

Estava internado no Hospital de São José desde 13 de julho.

Um bombeiro, de 40 anos, que ficou ferido no incêndio de Castro Verde, morreu. A informação foi avançada esta quinta-feira pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Cuba, a onde pertencia.

"A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Cuba tem o doloroso dever de comunicar o falecimento do BB3 Carlos Manuel Lopes Carvalho ferido no incêndio de Castro Verde e decretar o luto da instituição", lê-se na nota publicada no Facebook da corporação. 

 “Infelizmente chegou o momento que nunca desejámos. Consola-nos o facto de sabermos que o nosso homem foi um bravo lutador pela vida até ao fim", acrescentou a associação.

Recorde-se que o incêndio, que deflagrou a 13 de julho, deixou dois bombeiros feridos com gravidade, ambos foram transportados de helicóptero, um para Hospital de Santa Maria e outro, Carlos Manuel Lopes Carvalho, para Hospital de São José.