Sociedade

Infarmed retira do mercado termómetro de infravermelhos de fabricante chinês

Produto estava acompanhado de um certificado falso.

O Infarmed mandou retirar do mercado um termómetro de infravermelhos, do fabricante Hunan Haiyuan Medical Technology Co., Ltd. por considerar  não estava garantida a segurança nem o adequado desempenho do dispositivo.

Autoridade do Medicamento sublinhe que os dispositivos não tinham a devida marcação CE.

“Deste modo, não há evidência de cumprimento dos requisitos legais aplicáveis pelo que não está salvaguardada a segurança e o adequado desempenho do dispositivo", lê-se na nota publicada no site do Infarmed.

Segundo aquela entidade, os termómetros do fabricante chinês estavam acompanhados de um certificado alegadamente emitido pelo Organismo Notificado N.º 1282 - ECM (Ente Certificazione Macchine), que se chegou à conclusão ser um documento falso.

"As entidades que eventualmente disponham de unidades deste dispositivo médico não as devem utilizar e devem reportar o facto à Direção de Produtos de Saúde do Infarmed", acrescentou.