Sociedade

Mulher de 48 anos asfixia mãe até à morte em Vila Nova de Gaia

A relação entre a filha e a progenitora foi sempre "marcada por conflitos".

Uma mulher de 48 anos foi detida, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária, suspeita de ter asfixiado a mãe até à morte, em Vila Nova de Gaia. A mulher está a ser acusada da prática de um crime de homicídio qualificado.

O crime terá ocorrido no passado dia 14 de julho, "na sequência de mais uma discussão entre a arguida e a sua mãe, à casa da qual a arguida regressou em março do corrente ano", de acordo com uma nota da PJ enviada às redações.

A relação entre a filha e a progenitora foi sempre  "marcada por conflitos", de acordo com as autoridades. Já antes de ter assassinado a mãe, a mulher foi responsável pela limitação da locomoção da idosa, depois de ter provocado uma queda grave.

Depois de ter matado a mãe, a mulher passou várias noites em "vários hotéis e pensões, efetuando levantamentos e pagamentos com os cartões bancários da sua mãe" mas acabou por se entregar às autoridades esta quarta-feira.

A mulher vai agora ser presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial, onde lhe serão aplicadas as medidas de coação tidas por adequadas.