Sociedade

Mais de 60 concelhos estão esta segunda-feira em risco máximo de incêndio

As temperaturas máximas vão variar entre os 23º, no Porto e em Aveiro, e os 34º, em Faro, Beja e Castelo Branco. Já  as mínimas vão variar entre os 14º, em Braga, Viseu e Coimbra, e os 21º, em Faro.

Mais de 60 concelhos do Interior, Norte e Centro estão, esta segunda-feira, em alerta de risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Devido ao "significativo agravamento do risco de incêndio rural", o Governo decretou, no domingo, a situação de alerta em Portugal continental, que se irá prolongar até que se mantém até às 23:59 de terça-feira.

Está ainda proibida a realização de queimadas e o uso de fogo-de-artifício ou de qualquer outra pirotecnia, assim como o acesso e a circulação em espaços florestais "previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios".

Também no domingo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) colocou os distritos de Santarém e Faro em alerta de prontidão de nível vermelho. À exceção do Porto, Braga e Viana do Castelo, que estão em alerta amarelo, todo o restante território foi colocado em alerta laranja.

As temperaturas máximas vão variar entre os 23º, no Porto e em Aveiro, e os 34º, em Faro, Beja e Castelo Branco. Já  as mínimas vão variar entre os 14º, em Braga, Viseu e Coimbra, e os 21º, em Faro.