Sociedade

Mulher é apanhada "na maior apreensão de heroína" registada na Madeira

A detida foi apanhada em flagrante delito.

Uma mulher foi detida, este fim de semana, após ter desembarcado no Aeroporto da Madeira. Segundo um comunicado divulgado, esta terça-feira, pela Polícia Judiciária (PJ), a suspeita, de 55 anos, foi apanhada em flagrante delito, transportando consigo 10 quilogramas de heroína.

A detenção resulta, segundo explica a PJ na mesma nota, de uma operação apelidada de Operação Pico Ruivo, que teve a duração de quatro meses, tendo em vista o "desmantelamento de um circuito relevante, de abastecimento de droga à Região Autónoma da Madeira".

“Trata-se da maior apreensão de heroína, registada na Região Autónoma da Madeira, sendo a quantidade apreendida suscetível de corresponder a aproximadamente 120 mil doses individuais", informa a PJ.

A suspeita, residente na zona da Grande Lisboa, foi presente às autoridades para primeiro interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa, a de prisão preventiva.