Desporto

"Hoje, deixo para trás aqueles três postes que me viram crescer como guarda-redes", escreve Casillas

O espanhol pendurou as luvas de vez e anunciou, esta terça-feira, o 'adeus' aos relvados.

Iker Casillas oficializou, esta terça-feira, que vai abandonar os relvados e dizer um ‘adeus’ definitivo à sua carreira como jogador.

O anúncio foi feito três dias depois de ter erguido a Taça de Portugal. “A minha passagem pelo mundo do futebol começou há 30 anos, foi uma caminhada longa e, como todas as caminhadas, teve momentos bons e menos bons, alegrias, mas também tristezas. Neste momento da minha vida, e com perspetiva, posso dizer, sem dúvidas, que valeu a pena", escreveu, numa carta partilhada no Instagram.

Reconhecendo que é “um dos dias mais importante e, simultaneamente, difíceis” da sua “vida desportiva”, o espanhol agradece a todos aqueles que o "acompanharam nesta viagem", grupo no qual inclui não só a família como também os clubes – ao Real Madrid, onde passou “toda uma vida”, deixa uma palavra", e também ao clube onde termina a sua carreira.

“Ao FC Porto, por acolher-me como um filho, por ensinar-me a ver as coisas a partir de outro ângulo, por dar-me a oportunidade de conhecer bem um clube e uma cidade pela qual me apaixonei e sempre levarei no coração. Farão sempre parte de mim", escreve, deixando clara a mensagem de que quer continuar ligado ao futebol. "Tenho claro que não é um ponto final, a viagem não acaba aqui. Isto continua e estou certo de que, brevemente, nos encontraremos de novo",

"Hoje, deixo para trás aqueles três postes que me viram crescer como guarda-redes, aqueles que, em cada momento, me colocaram no sítio e me obrigaram a manter os pés na terra, aqueles três postes aos quais tanto devo e que, certamente, sentirei falta. Também ali vos deixarei a vós, meus fiéis aliados, ali pendurarei as luvas", remata.