Vinagrete

Quedas de PIB mostram que não há milagre português

 Contou-se por cá com o ‘ovo no cu da galinha’ (como se diz em linguagem muito popular, recorrendo ao conhecido anexim), que é como quem diz, ter-se-á contado com o turismo, e mais concretamente, com os britânicos, para atenuar a má situação.

As quedas do PIB mostram que não há nenhum milagre português. Como já se esperava, na Europa, os países mais martirizados são Espanha, França e Itália. Logo a seguir, dentro da UE (não queiramos saber, por exemplo, dos EUA e do Brasil), em números negativos, surge Portugal.. Contou-se por cá com o ‘ovo no cu da galinha’ (como se diz em linguagem muito popular, recorrendo ao conhecido anexim), que é como quem diz, ter-se-á contado com o turismo, e mais concretamente, com os britânicos, para atenuar a má situação.

Parece-me a mim que o Governo, ao mostrar-se demasiado aberto à falta de controlos, não conseguiu convencer ninguém a vir, limitou-se a assustar as pessoas assustáveis pela falta de controlo da doença. Além de que se propunha deixar a população nacional desprevenida, perante a doença de turistas estrangeiros, sem se importar nada com isso. Quis ser muito facilitista e depois apelou ao sentido nacional (que cá é escasso)  do eleitorado, para criticar quem não entrou na sua onda parva. Conseguiu nisso o apoio de alguns ‘midia’.

Entretanto, vamos sofrendo com tudo isto, e pagando o que for necessário pagar pelas asneiras de alguns. Que aparentemente, até são apoiados por muitos, o que nos faz calar mais.