Internacional

França faz soar alarmes depois de subida de infeções de covid-19

Jean Castex impôs a extensão do uso obrigatório de máscara e proibiu ajuntamentos de mais de 5.000 pessoas até 30 de outubro.

O primeiro-ministro francês Jean Castex endureceu o discurso face a uma "situação epidemiológica que evoluiu no mau sentido.

Castex impôs a extensão do uso obrigatório de máscara e proibiu ajuntamentos de mais de 5.000 pessoas até 30 de outubro.

"Digo-o com gravidade: se não reagirmos coletivamente, expomo-nos a um risco elevado de retoma epidémica que será difícil de controlar", disse numa deslocação a Montpellier.

Nas últimas 24 horas, a França o número de pessoas diagnosticadas positivas à covid-19 registou um aumento de 785 casos. No total, foram registados numa semana 10.800 novos casos.