Sociedade

Ministério Público instaura inquérito a ameaças a três deputadas

Email alegadamente enviado por grupos de extrema-direita exigia que dez pessoas abandonassem o país em 48 horas.

O Ministério Público instaurou um inquérito às ameaças a três deputadas - Mariana Mortágua, Beatriz Gomes Dias e Joacine Katar-Moreira - num email alegadamente enviado por grupos de extrema-direita e no qual se exigia que dez pessoas abandonassem o país em 48 horas, entre as quais as três deputadas.

"Confirma-se a instauração de inquérito, no âmbito do qual serão investigados todos os factos que vieram a público nos últimos dias", confirmou ao i a Procuradoria-Geral da República.

A informação sobre a investigação foi avançada pela RTP3 que deu conta de mais um dado: um dos visados, o dirigente do SOS Racismo Mamadou Ba, já foi prestar declarações às autoridades esta quarta-feira à tarde.

O Bloco de Esquerda vai apresentar duas queixas ao Ministério Público, cada uma em nome das deputadas visadas (Mariana Mortágua e Beatriz Gomes Dias) no email que foi enviado na passada terça-feira à noite. “O Bloco deu imediatamente conhecimento à PJ assim que soube do e-mail, as duas deputadas do Bloco irão apresentar queixa ao Ministério Público”, avançou ao i, fonte do partido.