Sociedade

"A população de Mora tem sido, durante estes cinco meses, extremamente responsável”, diz presidente da Câmara de Mora

Presidente da Câmara de Mora diz ter suspeitas de "incumprimento legal" na origem do surto.


O presidente da Câmara Municipal de Mora afirmou, esta segunda-feira, que tinha suspeitas de que o surto registado na localidade tenha tido origem em “incumprimento legal”.

Luís Simão recusou que os cidadãos de Mora não tenham cumprido o confinamento. "A população de Mora tem sido, durante estes cinco meses, extremamente responsável”, disse em declarações à SIC, acrescentando que o surto poderá ter tido origem num casal que, sabendo estar infetado, se terá dirigido a Mora.

Já o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mora defendeu que o surto surgiu por descuidados de proteção individual contra o novo vírus, por parte da população da vila em questão.

Recorde-se que, esta segunda-feira, o número de infetados em Mora subiu para 42.

Os comentários estão desactivados.