Internacional

Tribunal emite ordem de prisão para diretor do porto de Beirute

Hassan Koraytem já estava em prisão domiciliária.


Um tribunal libanês emitiu, esta terça-feira, uma ordem de prisão contra o diretor-geral do porto de Beirute, Hassan Koraytem. A ordem foi emitida após o responsável ter sido interrogado durante quatro horas, duas semanas após as explosões que ocorreram no porto da capital do Líbano.

Koraytem estava até agora sob prisão domiciliária, depois de as explosões terem provocado, pelo menos 180 mortos e mais de 6 mil feridos.

Na investigação sobre as explosões vai participar uma equipa da polícia federal dos Estados Unidos, cuja chegada está prevista para esta semana.