Sociedade

UE vai atribuir a Portugal 6,9 milhões de vacinas contra a covid-19

A primeira remessa - 690 mil doses - poderá chegar em dezembro, caso os testes sejam bem sucedidos.

A União Europeia vai atribuir 6,9 milhões de vacinas a Portugal, casos os ensaios clínicos da encomenda ao laboratório AstraZeneca sejam bem sucedidos.

"Com esta adesão, e uma vez que as vacinas serão distribuídas proporcionalmente, conforme o número de habitantes por país, Portugal receberá um total de 6,9 milhões de vacinas, distribuídas a partir de dezembro, com uma primeira aquisição de cerca de 690 mil vacinas", explicou o Infarmed.

A primeira remessa – 690 mil doses –  poderá chegar em dezembro, segundo o Infarmed, que explica também que em curso estão outros processos de negociação para aquisição de vacinas contra a covid-19. Com as quase 10 milhões de doses, Portugal teria "60% da população salvaguardada" contra a doença, adianta a mesma fonte.