Sociedade

Número de pessoas infetadas em Mora sobe para 54

De todos os casos detetados na vila, cinco pessoas continuam internadas no Hospital do Espírito Santo de Évora, quatro na Unidade de Cuidados Intensivos.


O número de pessoas infetadas com covid-19 na vila de Mora, em  Évora, subiu, esta sexta-feira, para 54, mais quatro do que na quinta-feira. De acordo com declarações do presidente da câmara Luís Simão à Lusa, “estes quatro novos casos foram detetados nos testes que continuam a ser realizados à comunidade”. 

De todos os casos detetados na vila, cinco pessoas continuam internadas no Hospital do Espírito Santo de Évora, das quais quatro estão na Unidade de Cuidados Intensivos. O presidente do município referiu ainda que um dos dados desta quinta-feira estava errado: “Não são todos homens, há uma mulher”.

Segundo declarações de uma fonte do Hospital do Espírito Santo, os quatro doentes internados na Unidade de Cuidados Intensivos Covid, três homens e uma mulher, têm idades entre os 64 e os 69 anos, enquanto o doente hospitalizado em enfermaria tem 89 anos. 

Recorde-se que o surto na vila alentejana teve início no dia 9 de agosto, quando foram reportados os primeiros 3 casos do novo coronavírus na região. A câmara ativou o Plano Municipal de Emergência e fechou, no início da semana passada, os serviços de atendimento ao público e aconselhou a população a ficar confinada em causa. Consequentemente, os cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais também foram encerrados. Segundo o autarca até existirem "dois ou três dias em que não apareçam mais casos" da doença, os serviços irão manter-se encerrados. 

Luís Simão encontra-se em casa desde quinta-feira depois de dois funcionários do município terem testado positivo para o novo coronavírus. "O meu teste à covid-19 deu negativo, mas, como contactei com documentos passados pelos dois infetados na câmara, tenho de ficar aqui e estou a trabalhar a partir de casa", explicou. 

Já foram realizados testes de despiste à covid-19 em todos os lares do concelho e até à data todos deram negativo. Falta apenas "receber os resultados do de Brotas", afirma o autarca. "Os testes aos bombeiros de Mora também foram realizados na quinta-feira, os militares da GNR já foram todos testados e a operação de testagem na comunidade continua a decorrer", acrescentou.