Sociedade

Subiu para 62 o número de casos de covid-19 em Mora

Esta é a maior subida registada nos números do concelho alentejano desde o dia 13 de agosto.

Subiu para 62 o número de casos de covid-19 em Mora

O número de casos confirmados do novo coronavírus em Mora subiu para 62, tendo sido registadas mais oito infeções este sábado, segundo declarações do presidente da Câmara Municipal, Luís Simão à Lusa.

Esta é a maior subida registada nos números do concelho alentejano desde o dia 13 de agosto, onde foram registados 15 novos casos de covid-19. Segundo o autarca, esta subida deve-se à inclusão de, pelo menos, dois casos cuja integração na cadeia epidemiológica "estava em investigação, mas só foram acrescentados ontem”.

Luís Simão anunciou ainda que todos os testes de despiste feitos em lares tiveram resultado negativo. Continuam internadas cinco pessoas, das quais quatro estão nos cuidados intensivos, num quadro que “não sofreu alterações” nas últimas 24 horas, de acordo com o autarca. A testagem aos contactos relacionados com a cadeia de contágios “vai continuar nos próximos dias”, confirmou Luís Simão.

Em relação à abertura de um inquérito por parte do Ministério Público (MP) ao surto de covid-19 na vila de Mora, Luís Simão disse à Lusa desconhecer a instauração do inquérito por parte do Ministério Público mas diz que "se houver alguém que se tenha comportado menos bem" deve ser responsabilizado e sofrer "as consequências de um ato que não foi o mais adequado no momento em que vivemos", afirmou o autarca. 

Recorde-se que o surto na vila alentejana teve início no dia 9 de agosto, quando foram reportados os primeiros 3 casos do novo coronavírus na região. A câmara ativou o Plano Municipal de Emergência e fechou, no início da semana passada, os serviços de atendimento ao público e aconselhou a população a ficar confinada em causa. Consequentemente, os cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais também foram encerrados. Segundo o autarca até existirem "dois ou três dias em que não apareçam mais casos" da doença, os serviços irão manter-se encerrados. 

Luís Simão encontra-se em casa desde quinta-feira depois de dois funcionários do município terem testado positivo para o novo coronavírus. "O meu teste à covid-19 deu negativo, mas, como contactei com documentos passados pelos dois infetados na câmara, tenho de ficar aqui e estou a trabalhar a partir de casa", explicou. 

Os comentários estão desactivados.