Economia

Reservas turísticas no Algarve aumentam 13% em setembro

O setor está agora à espera que Irlanda tome uma decisão idêntica. “Sendo os irlandeses o nosso 2.º mercado no período da época intermédia/baixa, era importante que tomassem a mesma decisão". 

As reservas turísticas para o mês de setembro no Algarve aumentaram cerca de 13% com o mercado britânico “a ter um peso substancialmente grande”, disse a Associação da Hotelaria de Portugal.

O setor está agora à espera que Irlanda tome uma decisão idêntica. “Sendo os irlandeses o nosso 2.º mercado no período da época intermédia/baixa, era importante que tomassem a mesma decisão". 

A 19 de agosto, o Governo britânico incluiu Portugal da lista dos países com “corredores de viagem” para Inglaterra cujos passageiros ficam isentos de cumprir uma quarentena de duas semanas imposta devido à pandemia covid-19, medida que entrou em vigor no passado sábado.

Pelo contrário, Croácia, Áustria e a ilha de Trinidad e Tobago, nas Caraíbas, foram retiradas da lista devido ao crescente número de infeções, tal como aconteceu com França, Países Baixos, Mónaco, Malta, as ilhas Turcas e Caicos e Aruba, e anteriormente com Bélgica, Andorra, Bahamas, Espanha e Luxemburgo.

O Reino Unido introduziu a necessidade de autoisolamento por 14 dias a todas as pessoas que cheguem do estrangeiro ao Reino Unido em 08 de junho para evitar a importação de infeções, mas um mês depois isentou cerca de 70 países e territórios, considerados de baixo risco.

A isenção de quarentena é acompanhada com a mudança do conselho do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) contra as viagens não essenciais para aqueles destinos, importante para efeitos de seguro de viagem.