Internacional

Desabamento de prédio na Índia provocou 16 mortos

O incidente ocorreu na segunda-feira. Após 19 horas, uma criança foi descoberta sob os escombros. Desde o início do ano, a queda de prédios já provocou a morte de 800 pessoas na Índia.

As equipas de resgate concluíram, na manhã desta quarta-feira, os trabalhos de procura por sobreviventes depois de, na segunda-feira, um prédio de cinco andares ter desabado na localidade indiana de Mahad.

"A operação de busca e resgate, que começou imediatamente depois do acidente", sublinhou o porta-voz da administração do distrito de Raigad, Manoj Shivaji Sanap, em declarações à agência espanhola Efe.

No total, 16 pessoas morreram devido ao incidente, tendo o último corpo sido retirado dos escombros esta manhã. O desabamento do prédio, onde viviam cerca de 100 pessoas, provocou ainda nove feridos, dos quais cinco já tiveram alta, segundo explicou o mesmo responsável.

As equipas de resgate conseguiram, na terça-feira, salvar uma criança de quatro horas que, depois de 19 horas sob os escombros, estava vivo. As causas do desabamento estão ainda por apurar, embora, na época das monções – junho a setembro – o desmoronamento dos edifícios seja comum.

"[O edifício] desmoronou-se como um baralho de cartas. Foi assustador", sublinhou um antigo deputado de Mahd. Desde o início do ano, as monções provocaram a morte de 1200 pessoas, 800 das quais na Índia.