Internacional

Passageiro infetado com novo coronvaírus escoltado de avião da Ryanair

O homem descobriu que estava infetado com covid-19 quando já estava no avião. 

As autoridades de saúde do Reino Unido tiveram de retirar um passageiro de um avião da Ryanair. que estava prestes a descolar para itália, no aeroporto de Stansted, em Londres. Tudo porque o passageiro não identificado descobriu que estava infetado com o novo coronavírus antes da descolagem. 

A situação ocorreu na quarta-feira à noite. Quando o passageiro estava no avião recebeu uma mensagem das autoridades de saúde com o resultado do teste de despiste à covid-19, que tinha realizado dias antes, e soube que estava infetado com covid-19. 

Depois de ter informado os funcionários da companhia aérea, estes transmitiram a situação aos funcionários do aeroporto que ativaram o protocolo previsto para este tipo de incidentes. Com um fato de proteção, membros do serviço de bombeiros do aeroporto foram até à aeronave para escoltar o passageiro infetado e o seu acompanhante para uma área de isolamento do aeroporto, onde as autoridades de saúde os esperavam. 

O avião acabou por descolar com uma hora de atraso, visto os assentos do avião e os compartimentos superiores da cabine terem sido desinfetados. Apesar de terem tido uma pessoa infetada no avião, a Ryanair acredita que a situação não colocou os restantes passageiros ou funcionários da companhia em risco. "Ambos utilizaram máscara no aeroporto e enquanto estiveram sentados no avião – havia pouco ou nenhum risco de transmissão de covid-19 para outros passageiros ou membros da tripulação, uma vez que todos usavam máscara”, pode ler-se numa nota de esclarecimento.