Internacional

Polícia alemã assume falso alarme sobre situação em escola

Inicialmente, as autoridades acreditavam que os alunos tinham sido feito reféns. 

Depois de um alarme ter disparado na escola Max Taut Schule, em Berlim, esta sexta-feira, foi criado um grande aparato policial... que acabou por se revelar um falso alarme. "Neste momento, estamos a assumir que tudo não passou de um alarme falso", escreveram as autoridades na sua conta oficial de Twitter. 

Quando o alarme disparou, por volta das 10h00, as autoridades mandaram os alunos ficarem dentro das salas de aula até que revistassem todo o edifício para garantir a segurança dos mesmos, uma situação que durou horas. Inicialmente, a polícia acreditou que os alunos tinham sido feito reféns. 

“Levamos sempre um alarme de forma séria. A escola e os nossos serviços de emergência devem sempre proceder como se fosse uma emergência. Pedimos a sua compreensão e agradecemos a sua paciência. O que está na origem do falso alarme está agora a ser determinado ", disse a polícia, em declarações ao jornal Morgen Post. Os alunos já foram todos retirados da escola, ainda de acordo com a imprensa internacional.