Sociedade

Sinistralidade rodoviária. Mais mortes nas estradas portuguesas em julho

Julho foi o mês em que se registou o maior número de vítimas mortais e de feridos graves nas estradas portuguesas.

Sinistralidade rodoviária. Mais mortes nas estradas portuguesas em julho

Nos primeiros sete meses do ano, julho foi o mês em que se registou o maior número de vítimas mortais e de feridos graves nas estradas portuguesas. De acordo com dados divulgados pela Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR), foram registadas 49 mortes, o que equivale a um aumento de 48,5% em comparação com o mesmo mês do ano passado - morreram 33 pessoas.

Número de acidentes diminui
Apesar de ter havido um aumento de mortes nas estradas em julho, foram registados menos 17% de acidentes rodoviários em relação ao mesmo mês de 2019, tendo ocorrido 2696 acidentes, contra os 3254 registados no ano passado.

Números positivos no geral
No total, quanto aos primeiros sete meses do ano, houve um decréscimo em todos os indicadores de sinistralidade - menos 5705 acidentes com vítimas (-28,6%), menos 43 vítimas mortais (- 16,6%), menos 269 feridos graves (-21,3%) e menos 7590 feridos leves (-31,5%). “O mês de abril foi o que apresentou decréscimos mais significativos, em parte devido à situação de estado de emergência”, avançou a ANSR.

 

Os comentários estão desactivados.