Sociedade

Bombeiro ferido em Castro Verde recebe alta hospitalar após mais de um mês e meio

Carlos Heleno chegou a estar em coma depois de ter ficado ferido em incêndio que matou outro operacional.

O bombeiro da corporação de Cuba que ficou ferido durante o combate a um incêndio em Castro Verde, no 13 de julho, recebeu alta médica, esta quarta-feira de manhã, do hospital Santa Maria, em Lisboa.

Os Bombeiros de Cuba, corporação à qual pertence, foram buscá-lo ao hospital.

Carlos Heleno terá saído do hospital pelo próprio pé e estava "otimista" e "bem-disposto", segundo o Correio da Manhã.

Recorde-se que o bombeiro esteve internado durante mais de um mês e meio e chegou a estar em coma.

No mesmo incêndio, um outro bombeiro ficou ferido com gravidade e viria a morrer a 30 de julho numa unidade hospitalar em Lisboa, devido a queimaduras.