Economia

Lucros da EDP Renováveis caíram 26% no 1.º semestre

Também as receitas diminuíram para 913 milhões de euros, menos 9% do que no semestre homólogo.

Os lucros da EDP Renováveis caíram 26% no primeiro semestre para 255 milhões de euros, anunciou a empresa, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O resultado líquido totalizou 255 milhões de euros (‐26% face ao 1.º semestre de 2019), derivado de um menor EBITDA. Os interesses não controláveis no período totalizaram 76 milhões de euros, diminuindo em ‐14 milhões de euros face ao 1.º semstre de 2019 como resultado dos ativos vendidos", pode ler-se. 

O EBITDA - lucros antes de juros, impostos, amortizações e depreciações - desceu 18% para 793 milhões de euros, face aos 965 milhões de euros registados no mesmo período do ano anterior. 

Também as receitas diminuíram para 913 milhões de euros, menos 9% do que no semestre homólogo, "com o impacto da capacidade MW (‐79 milhões de euros vs 1S19; incluindo transações de Sell‐down) e dos recursos eólicos (‐52 milhões de euros vs 1S19) a não ser compensado pelos preços de venda mais elevados (+22 milhões de euros vs 1S19), juntamente com o impacto positivo de forex e outros (+16 milhões de euros vs 1S19)".